Há Festa Na Moradia

B Fachada

Compositor: Não Disponível

Para celebrar mais um vir de estação quente
Para festejar o alongar da luz do dia
Para convencer o fado que o gentio contente,
não cabe cá em tão distinta companhia

Para reflectirmos sobre o mundo estar diferente
Para nos queixarmos do crescer da chungaria
Pelo requinte que não é para toda gente
Para mostrar roupas cabelos joalharia

Para cotar altos os favores de quem vem
Para passarmos um serão de fantasia,
marcar um dia em que sabe que não faltará ninguém

Para tentar a sorte com aquelas vagas para a maçonaria
Vêm burgueses lá do norte ver os ministros da monarquia
Há festa na moradia

Explicar de véspera as funções dos empregados
Para que consigam bem servir a putaria
Que quando eu começar a ver os convidados
Já tem que estar a postos a cavalaria

Para as madames um menino a cada uma
Para os maridos ter um balde de água fria
Guardar a coca junto à piscina de espuma
POrque esta noite não acaba sem orgia

Ver as crianças a brincar também
Aos ministérios que vão dirigir um dia
Treinar a via,
de pequeno se faz um filho-da-mãe

Para tentar a sorte com aquelas vagas para a maçonaria
Vêm marxistas lá do norte dormir com os padres da monarquia
Há festa na moradia

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital